Main Article Content

Resumo

O presente artigo tem como objetivo identificar os fatores que influenciam a decisão de certificação de pequenas e médias empresas brasileiras, utilizando uma amostra de 1.553 firmas de pequeno e médio porte, pesquisadas pelo Enterprise Surveys do Banco Mundial, durante o período de maio de 2008 a junho de 2009 no Brasil. Para tanto, estimou-se um modelo econométrico do tipo probit. Como resultados, tem-se que as variáveis que mais influenciam o aumento da probabilidade de certificação das pequenas e médias empresas brasileiras, para a amostra em estudo, são: site próprio (13%), auditoria externa (11,95%) e licença de importação (10,08%). A certificação das empresas sinaliza o aumento da eficiência empresarial e aponta para um efeito positivo na internacionalização do negócio, revelando sua qualidade credencial e confiança aos olhos do consumidor.

Article Details

Biografia do Autor

Anny Kariny Feitosa, Instituto Federal do Ceará - IFCE

Mestre em Economia (UFC). Professora no Instituto Federal do Ceará - IFCE.

Márcio Veras Correa, Universidade Federal do Ceará - UFC CAEN – Pós-Graduação em Economia

Doutorado em Economia pela Universidade Técnica de Lisboa, Portugal(2007). Professor Adjunto IV da Universidade Federal do Ceará - UFC.
Como Citar
Feitosa, A. K., & Correa, M. V. (2016). ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE DECISÃO DE CERTIFICAÇÃO DA FIRMA PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS NO BRASIL. Perspectivas Online: Humanas & Sociais Aplicadas, 6(17). https://doi.org/10.25242/88766172016643