Main Article Content

Resumo

Na simbiose dos fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) em raízes de plantas, inicia-se uma cascata de eventos cinéticos e moleculares, os quais levam a uma integração morfofuncional gerando diferentes tipos de interfaces simbióticas: assimbiótica, pré-simbiótica e simbiótica, sendo dependente do fungo que penetra a célula vegetal hospedeira. Aqui apresentamos a associação micorrízica através de inéditos modelos: (i) estruturas de colonização em raízes de plantas (ecto e endomicorriza); (ii) estrutura de um arbúsculo e a interfaces de troca; (iii) transporte bidirecional de nutrientes na interface arbuscular em células de plantas. As membranas biológicas contêm proteínas de transporte que facilitam a passagem de íons e de outras moléculas polares específicas. Relatamos que tanto em plantas quanto em fungos, a absorção de nutrientes, ocorre principalmente via transportadores específicos, encontrados nas membranas de células de raízes e hifas. Finalmente, demonstramos que proteínas ajudam a manter o gradiente iônico entre o meio intra e extracelular, entre as quais, a H+-ATPase tem um importante destaque. 

Article Details

Biografia do Autor

Carlos Moacir Colodete, Universidade Vila Velha - UVV

Doutorando em Ecologia de Ecossistemas

Sávio Bastos de Souza, Universidade Vila Velha - UVV

Graduação em Ciências Biológicas

Juliano de Oliveira Barbirato, Universidade Vila Velha

Doutorando em Ecologia de Ecossistemas

Katherine Fraga Ruas, Universidade Vila Velha

Mestranda em Ecologia de Ecossistemas
Como Citar
Colodete, C. M., de Souza, S. B., Barbirato, J. de O., & Ruas, K. F. (2014). NOVAS PERSPECTIVAS DA SIMBIOSE MICORRÍZICA E SEUS FACILITADORES TRANSMEMBRÂNICOS NA INTERFACE DA TROCA BIDIRECIONAL DE NUTRIENTES MINERAIS: REVISÃO. Biológicas & aúde, 4(12). https://doi.org/10.25242/8868412201416