Main Article Content

Resumo


Tendo em vista a importância crescente da movimentação de carga e considerando a relevância das máquinas de levantamento em diversos setores de Engenharia e seus processos produtivos, esta pesquisa tem como objetivo analisar a estrutura de uma lança de guindaste offshore. A metodologia se descreve com esta análise feita de duas maneiras: computacional, linear elástica global utilizando o software Solidworks Simulation; e analítica, conforme o código AISC 9ª edição e API 2C. Na análise computacional, foi determinado o material, definidos todos os pontos de fixação, aplicados os carregamentos e gerada a malha de elementos finitos em todo o modelo. A partir dessas condições, foram realizados os estudos com a lança em três ângulos diferentes. Na análise analítica, seguindo exatamente a sequência de cálculos orientada pela norma, foi definido o momento de inércia da estrutura, todas as cargas atuantes no modelo e todos os momentos gerados a partir das cargas aplicadas, também considerando os três ângulos diferentes. Os resultados das análises realizadas, tanto de maneira computacional quanto analítica, não indicaram a possibilidade de falha. Ambas análises tenderam na mesma direção, mostrando que quanto maior o ângulo da lança, mais solicitada ela estará sendo em compressão.



 

Palavras-chave

análise estrutural guindaste método de elementos finitos.

Article Details

Como Citar
de Carvalho Oliveira, K. M., & da Silva Rolin, A. (2020). ANÁLISE DE UMA LANÇA DE GUINDASTE OFFSHORE – ENGENHARIA REVERSA. Perspectivas Online: Exatas & Engenharias, 10(27), 01-26. https://doi.org/10.25242/885X102720201779

Referências

  1. ALVES FILHO, A. Elementos Finitos: a base da tecnologia CAE. São Paulo: Érica, 2000. 292p.
  2. AMERICAN INSTITUTE OF STEEL CONSTRUCTION. Guide for the Analysis of Guy and Stiffleg Derricks. New York: AISC, 1974. 30p.
  3. AMERICAN INSTITUTE OF STEEL CONSTRUCTION. Manual of Steel Construction: Load & Resistance Factor Design. 2. ed. Chicago: AISC, 1994. 1993p.
  4. AMERICAN INSTITUTE OF STEEL CONSTRUCTION. Specification for Structural Steel Buildings: Allowable Stress Design and Plastic Design. 9. ed. Chicago: AISC, 1989. 220p.
  5. AMERICAN INSTITUTE OF STEEL CONSTRUCTION. Specification for the Design, Fabrication & Erection of Structural Steel for Buildings. New York: AISC, 1969. 166p.
  6. AMERICAN PETROLEUM INSTITUTE. Specification for Offshore Pedestal Mounted Cranes: API Specification 2C. 6. ed. Washington: API, 2004. 58p.
  7. BRASIL, Haroldo Vinagre. Máquinas de Levantamento. Rio de Janeiro: Guanabara, 1988. 230p.
  8. PFEIL, Walter; PFEIL, Michele. Estruturas de Aço: dimensionamento prático de acordo com a NBR 8800: 2008. 8. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2009. 357p.
  9. SOLIDWORKS, Help 2016 Disponível em: Acessado em 19/05/2018.
  10. STALPRODUKTER, A/S. Astillero Cadiz Petrobras FPSO Cairu: user’s manual. Molde: Stalprodukter, 1997. 364p.
  11. STALPRODUKTER, A/S. Guia para certificações de guindastes American Bureau of Shipping (ABS) 1991. In: Astillero Cadiz Petrobras FPSO Cairu: user’s manual. Molde: Stalprodukter, 1997. 364p