Main Article Content

Resumo

O diesel é um combustível não renovável derivado do petróleo, ou seja, é um combustível que liberado na atmosfera prejudica o meio ambiente, causando sérios danos à saúde humana. Estima-se uma perda de 0,6% do volume de combustível por dia, que não pode ser ultrapassado. Quando ultrapassado, os postos ficam suscetíveis a multa, além de ter que buscar soluções que visem diminuir o volume excessivo de evaporação liberado. O objetivo desse trabalho foi conhecer as taxas evaporativas do Diesel S10B e S500B em função da temperatura e fazer uma análise comparativa das suas emissões considerando o quão pode ser prejudicial ao meio ambiente. De forma experimental foi calculada a taxa de evaporação de amostras de diesel S10B e S500B em seis níveis diferentes de temperatura. Foi estimado o custo das perdas tanto monetárias, quanto em volume, por hora, em postos de combustíveis. A análise da taxa de evaporação do diesel S10B comparado com a evaporação do S500B foi maior, e que em postos de combustíveis que não possuem equipamento para reduzir a evaporação as perdas por emissões furtivas são de aproximadamente 13,5 litros por hora para o diesel S10B e 13 litros por hora para S500B em um tanque de 5.000 litros na temperatura de 35ºC.

Palavras-chave

diesel taxa de evaporação combustível

Article Details

Como Citar
Alves, K. de A., Andrade, L. T. O., Borges, V. de A. M., & Santos, A. G. (2020). Estudo comparativo da taxa de evaporação em amostras de combustível diesel S10 e S500. Exatas & Engenharias, 10(28), 65-78. https://doi.org/10.25242/885X102820201976

Referências

  1. ANP- Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Bicombustíveis. Combustíveis líquidos. Disponível em . Acesso em: 9 abr. 2020.
  2. ANP- Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Óleo Diesel. Disponível em . Acesso em: 9 abr. 2020.
  3. ANP- Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Bicombustíveis. Disponível em . Acesso em: 9 abr. 2020.
  4. ANDRÉ, T. S.; FONTES, F. A. O.; GUERRA, A. R. O.; BARBOSA, C. R. F.; NETO, E. L. B. Estudo comparativo da taxa de evaporação da gasolina e do álcool em postos de serviços: uma avaliação em função da temperatura. Acta Mechanìca Et Mobilitatem, v. 2. n. 5, p. 32-28, 2017.
  5. ANDRÉ, T. S.; FONTES, F. A. O.; GUERRA, A. R. O.; BARBOSA, C. R. F. Taxa de Evaporação do Diesel S10 em Tanques de Postos de Combustíveis: Uma avaliação em função da temperatura. In: Congresso Nacional de Engenharia de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (CONEPETRO). Natal, Rio Grande do Norte, 2016. Disponível em< https://editorarealize.com.br/revistas/conepetro/trabalhos/TRABALHO_EV052_MD1_SA17_ID1772_14062016103822.pdf >. Acesso em: 9 abr. 2020.
  6. ANDRÉ, T. S. Taxa de evaporação de combustíveis em função da temperatura: análise termoeconômica aplicada a postos de serviços do RN. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal. 2016. Disponível em < https://repositorio.ufrn.br/jspui/bitstream/123456789/22400/1/ThiagoDaSilvaAndre_DISSERT.pdf>. Acesso em: 23 abr. 2020.
  7. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - ABNT. NBR 13787: Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis - Procedimento de controle de estoque dos sistemas de armazenamento subterrâneo de combustíveis (SASC). Rio de Janeiro, 2013.
  8. A.J.A.M.J., J.; A. L.V, C.; S.S.M, A.; M.S., V. Análise das possíveis falhas de um sistema de injeção de combustível diesel e suas consequências no motor. Perspectivas Online: Exatas & Engenharias, v. 5, n. 13, 16 out. 2015.
  9. BIZERRA, A. M. C.; QUEIROZ, J. L. A.; COUTINHO, D. A. M. O impacto ambiental dos combustíveis fósseis e dos biocombustíveis: as concepções de estudantes do ensino médio sobre o tema. Revista Brasileira de Educação Ambiental (RevBEA), v. 13, n. 3, p. 299-315, 2018.
  10. CARVALHO, N. L.; BORTOLINI, J. G.; BARCELLOS, A. L. Biocombustíveis: uma opção para o desenvolvimento sustentável. 2014. Disponível em < http://www.revistaeletronica.unicruz.edu.br/index.php/GEDECON/article/view/1935/499>. Acesso em: 15 abr. 2020.
  11. EPE- Empresa de pesquisa energética. O que são combustíveis. Disponível em < http://www.epe.gov.br/pt/abcdenergia/o-que-sao-combustiveis>. Acesso em: 11 mar. 2020.
  12. FERREIRA, C. R. L.; silva, d. c.; lima, e. M. Diagnóstico Ambiental de um Posto Revendedor de Combustíveis (PRC) na Cidade de Natal/RN. In: Congresso Nacional de Engenharia de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (CONEPETRO). Campina Grande, Paraiba, 2015.
  13. GOLDEMBERG, J. The Brazilian biofuels industry. Biotechnology for Biofuels, v. 1, p. 7, 2008. DOI: 10.1186/1754-6834-1-6.
  14. PICARD, D. Fugitive Emissions From Oil and Natural Gas Activities. p. 103–127, 1999. Disponível em < https://www.ipcc-nggip.iges.or.jp/public/gp/bgp/2_6_Fugitive_Emissions_from_Oil_and_Natural_Gas.pdf>. Acesso em: 15 abr. 2020.
  15. PEIXOTO, C. G. D. et al. Caracterização físico-química de óleo diesel rodoviário e marítimo por técnicas convencionais e destilação simulada por cromatografia gasosa. In: I Congresso Nacional de Engenharia de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível, v. 1, p. 7, 1015. Rio Grande do Norte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Instituto de Química, 2015. Disponível em < http://livrozilla.com/doc/1304453/caracteriza%C3%A7%C3%A3o-f%C3%ADsico-qu%C3%ADmica-de-%C3%B3leo-diesel-rodovi%C3%A1rio-e... >. Acesso em: 24 jun. 2020.
  16. PEREIRA, D. D. B. Cenários de Emissões de Poluentes Atmosféricos pela Frota do Transporte Coletivo de Juiz De Fora – MG. 2014. 103p. Monografia (Bacharelado)- Faculdade de Engenharia da UFJF, Juiz de Fora, 2014.
  17. RIBEIRO, Camilo Bastos; SCHIRMER, Waldir Nagel. Panorama dos combustíveis e biocombustíveis no Brasil e as emissões gasosas decorrentes do uso da gasolina/etanol. BIOFIX Scientific Journal, v. 2, n. 2, p. 16-22, 2017. DOI: 10.5380/biofix. v2i2.53539.
  18. SERPA, E., RODRIGUES, G., SILVA, S. E. T. P., & De Alvarenga, S. D. Avaliação de um motor de combustão interna do ciclo Otto utilizando diferentes tipos de combustíveis. Perspectivas Online: Exatas & Engenharias, v. 8, n. 22, 2018. DOI: 10.25242/885X82220181528
  19. SILVA, J. R. S. et al. Comparação dos combustíveis diesel s10 e s500 para resolução de problemas em motores do ciclo diesel. In: Congresso Técnico Científico da Engenharia e da Agronomia CONTECC’2017, Belém – PA: 74ª SOEA- Semana Oficial da Engenharia e Agronomia, 2017. 5p. Disponível em < http://www.confea.org.br/sites/default/files/
  20. antigos/contecc2017/mecanica/9_cdcdsesprdpemdcd.pdf>. Acesso em: 21 abr. 2020.
  21. TONINI, R. M. C. W.; DE REZENDE, C. E.; GRATIVOL, A. D. Degradação e biorremediação de compostos do petróleo por bactérias: revisão. Oecologia Australis, v. 14, n. 4, p. 1025-1035, 2010. DOI: 10.4257/oeco.2010.1404.11