Main Article Content

Resumo

 

Este trabalho propõe-se a analisar as formas segundo as quais os usuários da rede social, Facebook, se apropriam e “ressignificam” este espaço, transformando-o num espaço público de discussão de demandas particulares e coletivas, focalizando seus comportamentos e suas manifestações virtuais, além dos mecanismos desenvolvidos para tal, enfatizando seus comportamentos e as manifestações virtuais por parte dos mesmos que acessam a rede social. Ademais, busca-se compreender a construção e o desenvolvimento deste espaço, relativamente novo e em constante modificação e popularização, como mecanismo de socialização e interação virtual, no qual, os usuários “ganham voz” e expõem suas questões e opiniões sobre diversos assuntos da esfera social.  Tal avaliação apresenta um recorte metodológico voltado para a análise da possibilidade do uso da rede enquanto “esfera pública virtual” protagonista de conflitos, disputas e discussões dos diversos temas debatidos no cotidiano destes indivíduos em sociedade, observando do ponto de vista destes agentes, não somente a construção dos seus discursos, entre eles o discurso de ódio, e suas justificativas, como a utilização da rede social como um lugar para expor e discutir problemas particulares e públicos. Assim, interessa saber, como o Facebook tornou-se um lugar de discussão e manifestação das opiniões dos usuários? De que maneira e porque esses agentes utilizam a rede social para publicizar suas questões? Como se desenvolvem os conflitos e quais os principais temas? Podemos compreender a rede social como uma esfera pública virtual?  Sendo assim, buscar-se-á compreender a possibilidade do uso da rede social como uma arena deliberativa, analisando como se constroem os debates e conflitos que circundam a esfera social cotidiana e virtual.

Palavras-chave

facebook esfera pública virtual política

Article Details

Como Citar
REIS, P. (2018). A IDEIA DE ESFERA PÚBLICA VIRTUAL NAS REDES SOCIAIS: UM ESTUDO DAS INTERAÇÕES ENTRE USUÁRIOS E REPRESENTANTES DO ESTADO NO FACEBOOK. Humanas & Sociais Aplicadas, 8(22). https://doi.org/10.25242/887682220181519