Main Article Content

Resumo

Ao ingressarem na Educação Infantil, do Centro Educacional Nossa Senhora Auxiliadora (CENSA), as crianças iniciam o processo de construção da lecto-escrita por meio de  experiências significativas. Este é um trabalho de relato de experiência, onde as crianças do 2º período, faixa etária entre 4 e 5 anos, participam das aulas práticas com tecnologias educacionais, utilizando  computadores e/ou tablets individualizados. Jogos e atividades contextualizadas, relacionadas aos conteúdos programáticos. Objetivamos trabalhar a consciência e estimular a linguagem oral e escrita, com as crianças a discriminação de sons, segmentação de fonemas, rimas, aliterações,  identificação de letras e sílabas utilizando as tecnologias digitais e da comunicação. Capovilla (2004) salienta que a consciência fonológica contribue para o desenvolvimento do processo de leitura. Deste modo, procuramos oferecer às crianças outras formas de interagir com a linguagem escrita e  a leitura. Inicialmente, constatamos  que, as crianças conseguem, cada vez mais cedo, de maneira prazerosa, detectar o valor sonoro das letras, sílabas e rimas, síntese e segmentação silábica; identificando sílaba inicial, final e medial, fonemas iniciais e finais com facilidade. Notamos que, os recursos dos softwares interativos, contribuem com a redução de possíveis fatores de ansiedade e/ou dispersão da criança, por meio das brincadeiras com sons e palavras em movimento. Segundo Oliveira & Fischer (1996), o computador trabalha com representações virtuais de forma coerente e flexível, possibilitando, assim, a descoberta e a criação de novas relações. Os recursos tecnológicos atuam como um facilitador do desenvolvimento natural da expressão simbólica da criança no uso de caracteres gráficos, fator importante tanto na fase da alfabetização, quanto no desenvolvimento posterior do processo da leitura e da escrita. As Tecnologias não são soluções mágicas para a educação, mas são instrumentos pedagógicos para enriquecer e ampliar o aprendizado, principalmente, na Educação Infantil. Tomar consciência da necessidade de criar e inovar constantemente e começar isso desde cedo, com as nossas crianças é um desafio e uma meta da educação atual.

Palavras-chave

Softwares educacionais Consciência fonológica Alfabetização

Article Details

Como Citar
M. A. RANGEL, J., C. P. DAMIANO, J., A. R. GOMES, D., P. BELOTTI, I., G. D. MOURA, D., A. N. WAGNER, L., & A. CARVALHO, L. (2018). DIDATIZANDO OS SOFTWARES E APLICATIVOS PARA O DESENVOLVIMENTO E ESTÍMULO DA CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA COM CRIANÇAS DE 4 E 5 ANOS. Humanas & Sociais Aplicadas, 8(22). https://doi.org/10.25242/887682220181603