Main Article Content

Resumo

 

Entender a cultura como produtora de significados compreende em reconhecer que não é apenas a escola a instituição envolvida no processo de ensinar e educar, as mídias, como o Meme, por exemplo, nos mostram outros modos de pensar, ver e de se relacionar com e no mundo. Neste contexto, o presente trabalho tem como objetivo destacar o uso das tecnologias como um auxílio no processo ensino-aprendizagem valorizando a presença de novos Gêneros Digitais. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, que se preocupa com a compreensão de um grupo social levando em consideração os sujeitos e suas subjetividades. Optou-se por um desenho metodológico de revisão de literatura. A pesquisa bibliográfica foi realizada no período de 03 e junho à 24 de junho de 2018, em que se procurou informações a partir de resultados de pesquisa em artigos científicos e monografia no SCIELO, GOOGLE ACADÊMICO, livros, além de documentos oficiais como a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Uma constatação importante foi relacionada ao pressuposto teórico da memética em 1976 com a publicação do livro “O Gene Egoísta”, do autor Richard Dawkins. O Meme representa um novo gênero digital vinculado à vida cultural e social que passou por diversas transformações a fim de atender aos anseios comunicativos dos usuários da nossa língua. Esse recurso determina, por conseguinte, o desenvolvimento de novas práticas pedagógicas e de gestão estratégica escolar, proporcionando o trabalho dinamizado dos conteúdos promovendo nas disciplinas uma aprendizagem significativa. De acordo com o estudo a escola deve aproveitar a competência comunicativa dos adolescentes que usam bem os gêneros digitais disponíveis na rede virtual para transformá-los em bons produtores de gêneros textuais valorizados na sala de aula e no mundo off. 

Palavras-chave

Meme Gêneros Digitais Ferramenta Pedagógica.

Article Details

Como Citar
M. SANTOS, F., M. M. SILVA, K., MAGALHAES, K., & TINOCO, P. (2018). NOVOS GÊNEROS DIGITAIS: MEME COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA. Humanas & Sociais Aplicadas, 8(22). https://doi.org/10.25242/887682220181624