Main Article Content

Resumo

O processo de alfabetização vem sendo amplamente discutido ao longo dos anos, não só no Brasil, como também em outros países. Os processos de ler e escrever são considerados complexos por diversos autores e muito se tem pesquisado na área visando  a metodologias que atendam a essa demanda. Cada sujeito apresenta a sua subjetividade desenvolvida em contato com a sua realidade sociocultural, seja esta de natureza familiar ou escolar. A pesquisa tem como objetivo principal identificar as dificuldades de leitura/escrita das crianças residentes na Comunidade Tamarindo, especificamente matriculadas no ciclo alfabetizador (1º ao 3º ano). Do ponto de vista de seus objetivos, tem natureza exploratória, narrativa e descritiva, com objetivo de descrever as principais características da população a ser pesquisada. Para tanto, utiliza-se de técnicas padronizadas de coleta de dados, tais como: entrevistas (famílias das crianças participantes), levantamento, observação sistemática, participação dos sujeitos da pesquisa, análise/hipótese diagnóstica a partir de testes e atividades aplicadas. Quanto à forma de abordagem do problema, há um enfoque qualitativo. O estudo tem início com a realização de um mapeamento socioeducacional de 13 (treze) crianças que participam do Projeto Universidade Bairro/ISECENSA, com o objetivo de caracterizar as dificuldades de leitura e de escrita apresentadas pelas mesmas. Em função dos resultados obtidos, a etapa seguinte envolveu, junto a 08 (oito) crianças, a aplicação do Instrumento de Avaliação do Repertório Básico para a Alfabetização (IAR), com o objetivo de: avaliar o repertório comportamental das crianças no que diz respeito aos pré-requisitos fundamentais para a aprendizagem da leitura e da escrita; possibilitar informações que indicarão se a criança está em condições ideais de iniciar a alfabetização propriamente dita e fornecer aos pesquisadores informações seguras sobre que habilidade ou conceitos deverão ser estimulados para que a criança possa iniciar a aprendizagem da leitura e da escrita. Dando prosseguimento à investigação, pretende-se realizar as avaliações de consciência fonológica e de leitura. Para tanto, buscar-se-ão a elaboração e o desenvolvimento de estratégias e práticas de ensino específicas que atendam às demandas de cada criança. Promovendo, assim, propostas que atendam às diversas formas de o sujeito se aproximar do conhecimento.

Palavras-chave

dificuldades de aprendizagem IAR leitura e escrita.

Article Details

Como Citar
M. PEREIRA, B., G. VIANA, R., P. CABRAL, C., A. S. AZEVEDO, D., C. O. CUNHA, T., & O. F. L. VIANA, K. (2019). MAPEAMENTO DAS DIFICULDADES DE LEITURA E DE ESCRITA EM CRIANÇAS DA COMUNIDADE TAMARINDO POR MEIO DO INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DO REPERTÓRIO BÁSICO PARA A ALFABETIZAÇÃO (IAR). Humanas & Sociais Aplicadas, 9(25). https://doi.org/10.25242/887692520191824