Main Article Content

Resumo

Atualmente o hábito de se alimentar fora do lar tem sido cada vez mais incorporado ao dia a dia dos brasileiros. Sabe-se que a alimentação saudável proporciona qualidade de vida, pois com isso, é necessário que se aprenda a administrar as horas do dia a dia de forma organizada a fim de realizar as tarefas cotidianas com otimização do tempo. Para tal, além de um esforço pessoal, há a necessidade de se buscar recursos tecnológicos que ajudem a “ganhar” tempo a cada dia. Como forma de aliar à tecnologia a sustentabilidade, este trabalho visa elaborar uma solução lógica para um software com funções de monitoramento para irrigação de uma horta caseira, a fim de proporcionar uma vida com costumes mais saudáveis dentro de um tempo administrado pela própria pessoa. Neste contexto, o presente estudo tem como o objetivo a elaboração de um protótipo para instalação de um pequeno motor que permitirá bombear água para a irrigação das mudas; temporizador e interpretação de comandos lógicos que permitam controlar uma irrigação à distância; modelagem de dados das funções a serem implementadas. Foi possível montar um circuito compatível com módulos Arduíno, possibilitando automatizar o processo de irrigação de uma horta caseira, juntamente com o desenvolvimento de uma lógica que monitorasse e corrigisse a umidade necessária do solo da horta para a produção de mudas de hortaliças em uma residência. A solução utiliza sensores de monitoramento de umidade do solo para medir e acionar a irrigação quando necessário.

Article Details

Como Citar
dos Santos Assad, Érika, Novaes Pillar de Oliveira Castro, L., Tavares Mota, L. E., De Jesus Souza, M., & De Paula Silva De Carvalho, M. (2019). PROTÓTIPO PARA INSTALAÇÃO DE UM SISTEMA PARA CONTROLE DE IRRIGAÇÃO DE HORTAS CASEIRAS: EASY GARDEN UMA SOLUÇÃO SUSTENTÁVEL. Humanas & Sociais Aplicadas, 9(26), 8-17. https://doi.org/10.25242/887692620191951

Referências

  1. ANVISA. Programa de Analise de Resíduo de Agrotóxico em Alimentos (PARA), dados da coleta e análise de alimentos de 2010. Brasília: ANVISA, 2011. Disponível em: www.anvisa.gov.br. Acesso em: 20 de agosto de 2019.
  2. CARNEIRO, F. F. Dossiê ABRASCO: um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde / Organização de Fernando Ferreira Carneiro, Lia Giraldo da Silva Augusto, Raquel Maria Rigotto, Karen Friedrich e André Campos Búrigo. - Rio de Janeiro: EPSJV; São Paulo: Expressão Popular, 2015.
  3. MOLIN, J. P.; RABELLO, L. M. Estudos sobre a mensuração da condutividade elétrica do solo. Eng. Agríc., Jaboticabal, v.31, n.1, p.90-101, jan./fev. 2011.
  4. OLIVEIRA, Zélia M. Cavalcanti de (a. princip.); REGO, josedira carvalho do (a. princip.); TEIXEIRA, Suzana Maria Ferreira Gomes (a. princip.). Administração Aplicada às Unidades de Alimentação e Nutrição. 1. ed. [s.l.]: atheneu, 2000. 219 p. isbn 85-7379-251-5.
  5. ORTIGOZA, S. A. G. Alimentação e saúde: As novas relações espaço-tempo e suas implicações nos hábitos de consumo de alimentos. Curitiba, n. 15, p. 83-93, 2008. Editora UFPR.
  6. VALENGA, L. R.; CAMARGO, A. T. A Prática De Hábitos Alimentares Saudáveis Para Melhoria Na Qualidade De Vida. Cardeno Versão Online – Os Desafios Da Escola Pública Paranaense Na Perspectiva Do Professor PDE, V.1, 2013. ISBN 978-85-8015-076-6
  7. VILARTA, R. (organizados) et. al. Alimentação saudável e atividade física para a qualidade de vida. Campinas, IPES Editorial, 2007. 229p.: il.
  8. YAGASAKI, C. A.; MARTINS, R. A. Sustentabilidade Como Uma Estratégia Empresarial. XXXII ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUCAO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL: AS CONTRIBUIÇÕES DA ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. Bento Gonçalves, RS, Brasil, 15 a 18 de outubro de 2012.