Main Article Content

Resumo

O Brasil possuí péssimo desempenho em índices internacionais de desenvolvimento tecnológico e inovação. Quando se trata de produtos de design (em todas as usas expressões: Arquitetura, Engenharia, Desenho Industrial, etc.) percebe-se que muitas empresas internacionais lançam mão de estratégias de imitação quando do desenvolvimento de novos projetos. E esta estratégica pouco usada em território brasileiro. Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi realizar o projeto de uma prensa para facas a partir de estratégia de imitação, benchmarking e prototipação física em  uma impressora 3D. Lançou-se mão da pesquisa por meio do ato de projetar e, assim, foi possível: prospectar imagens de uma prensa a ser imitada, realizar estudos sobre seu funcionamento, trazer novas ideias que pudessem aumentar o seu desempenho de funcionamento, conceber um design, prototipar fisicamente, analisar e validar o protótipo. Ao fim do projeto pode-se concluir e corroborar que a estratégia de imitação bem conduzida pode gerar novos produtos poupando investimentos. A estratégia de imitação não deve ser interpretada como plágio, apenas considera como ponto de partida outros produtos existentes. Desta forma abrevia-se o tempo de desenvolvimento, gera-se produtos mais assertivos, otimizam-se investimentos. O design final da prensa se mostrou-se funcional, passível de fabricação, e com custo consideravelmente menor que seu benchmark.

Palavras-chave

Design Prototipação Impressão 3D

Article Details

Como Citar
Venâncio, G. D., Neto, F. da S., & Neto, A. F. dos S. (2020). O design de uma prensa a partir da prototipação física. Perspectivas Online: Humanas & Sociais Aplicadas, 10(28), 15-16. https://doi.org/10.25242/8876102820202163