Main Article Content

Resumo

A Ciência não é do cientista” e muito menos se satisfaz em si mesma. Para o pesquisador, é necessário divulgar os seus achados e compartilhá-los com a comunidade mais ampla, o que enriquece tanto a sociedade quanto a Ciência. Para que isso aconteça, é preciso que o conhecimento científico seja divulgado com o emprego de vocabulário simples, linguagem direta e comunicativa, utilizando-se veículos de comunicação acessíveis à população em geral.  Entretanto, ainda existe certa resistência ao uso das redes sociais como um meio de divulgação de trabalhos científicos. Este projeto visa apoiar a tarefa de divulgação científica, procurando atingir diferentes públicos, instigando principalmente, a comunidade acadêmica a conhecer e/ou participar das pesquisas realizadas nos programas de iniciação científica do ISECENSA. A metodologia escolhida para este projeto é a pesquisa-ação, que apresenta caráter crítico-colaborativa sendo atrativa pelo fato de levar a um resultado específico imediato: a construção de infográficos e vídeos e sua publicação nas redes sociais visando a divulgação dos projetos de pesquisa ISECENSA 2021/2022. Além disso, pretende-se utilizar ferramentas/aplicativos que possibilitem a geração de métricas para as postagens dos infográficos e das outras mídias utilizadas para divulgação da ciência. Como resultado, espera-se fazer a publicação de um volume especial do Boletim P&D, registrando as atividades de divulgação cientifica desenvolvidas no ISECENSA durante o ano de 2021, marcando a realização do VI Seminário de Pesquisa e Desenvolvimento do ISECENSA e VII Congresso Internacional do Conhecimento Científico (VII CICC).

Palavras-chave

Redes sociais Comunicação visual Valorização da pesquisa

Article Details

Como Citar
de Souza Barcelos, C. F., Gomes de Freitas, L., Ferreira de Oliveira, B., & das Graças Machado Freire, M. (2021). Ciência descomplicada: divulgação da produção científica do ISECENSA no Instagram. Perspectivas Online: Humanas & Sociais Aplicadas, 11(32), 09-10. https://doi.org/10.25242/8876113220212367