Main Article Content

Resumo

A presença dos rios sempre foi considerada um grande atrativo e elemento determinante para o progresso das ocupações humanas se tornarem as cidades que se conhece hoje. No entanto, sua popularidade se transformou em alvo de esquecimento e degradação. Neste cenário, propõe-se fazer uma breve análise sobre a dualidade existente em torno da configuração do espaço urbano e sua relação com as margens hídricas, tendo como objetivo diagnosticar como se encontra a ocupação marginal do Rio Itabapoana - no trecho do munícipio de Bom Jesus do Itabapoana/RJ. Como instrumento desta pesquisa foi adotada a metodologia de pesquisa bibliográfica, mapeamento e categorização das principais características das margens em pontos distintos e com escalas diferentes, que possibilitaram reconhecer que as margens se encontram predominantemente consolidadas e adensadas. Em contrapartida, foram identificadas áreas com ocupação rarefeita, apresentando potencial para requalificação urbana através da preservação do meio natural e/ou incorporação de equipamentos públicos. Por fim, espera-se evidenciar a importância deste patrimônio natural e demonstrar como o cuidado com este bem influencia no processo de qualidade de vida urbana e ambiental.

Palavras-chave

Rios Urbanos Ocupação marginal Rio Itabapoana Requalificação urbana

Article Details

Como Citar
Carvalho, A. X., & Carneiro, S. M. de C. (2021). A Configuração do espaço urbano e sua relação com as margens dos rios: estudo de caso em Bom Jesus do Itabapoana/RJ. Perspectivas Online: Humanas & Sociais Aplicadas, 11(33), 31-48. https://doi.org/10.25242/8876113320212464