Main Article Content

Resumo

O presente artigo, cujo principal objetivo foi analisar as dificuldades, desafios e perspectivas do gestor e das Equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF) para trabalhar no contexto de precariedade do SUS, discutindo a funcionalidade dos serviços prestados e o atendimento à população, se insere, de forma geral, na gestão da saúde, com a pretensão de identificar a importância da atuação do Gestor em Saúde na aplicação dos serviços prestados no Programa Saúde da Família (PSF), evidenciando seu caráter concretizador dos princípios do Sistema Único de Saúde. A partir da NOB 96, há um processo de estruturação dos PSF’s e da articulação dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) num trabalho de delimitação de território e identificação das doenças de determinada área, ofertando um maior acesso da população à rede de serviços presentes no município, configurando-se como porta de entrada dos usuários ao serviço de saúde. Neste trabalho, foi realizado um estudo de caso no PSF do município de Apaicá-ES, com o objetivo de identificar o olhar dos usuários sobre os serviços de saúde ofertados.

Article Details

Como Citar
Bartholazzi da Silva, M., Souza Marins, C., Resende Ramos, R., & Terra Azevedo Filho, E. (2016). GESTÃO PÚBLICA DE SAÚDE E PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA (PSF): ESTUDO DE CASO NO PSF DE APIACÁ-ES. Humanas & Sociais Aplicadas, 6(15). https://doi.org/10.25242/88766152016973