Main Article Content

Resumo

Objetivo: analisar os dados na literatura do período 2015-2020 sobre os efeitos de distintos exercícios físicos na densidade mineral óssea (DMO) em adultos mais velhos e classifica-los de forma quantitativa. Métodos: trata-se de uma revisão integrativa da literatura, em que na seleção dos artigos, utilizou as plataformas de dados SCIELO, PUBMED, LILACS e BVS. Resultados: foram selecionados quatorze estudos categorizados a seguir: A – treinamento resistido isolado (TRI); B- plataforma vibratória (PV); C- Exercícios multicomponentes (EM). Conclusão: exercícios físicos podem ter um impacto positivo na DMO, especialmente nas mulheres. Assim, programas de treinamento com mais de um tipo de exercício, usando a PV e também o TRI demonstraram melhores resultados para a DMO no período estudado. Observou-se ainda, que as regiões mais incidentes foram: coluna lombar, colo do fêmur e quadril total. Além disso, não foi possível classificar quantitativamente os métodos de exercícios, devido as diferentes formas metodológicas de abordar os métodos de treinamento.


 

Palavras-chave

Densidade óssea Exercícios Físicos Idade avançada

Article Details

Como Citar
Borba Pinheiro, C. J., Almeida, M. T. de, Vale, R. G. de S., Bello, M. de N. D., & Souza, J. M. (2021). EFEITOS DOS EXERCÍCIOS FÍSICOS NA DENSIDADE MINERAL ÓSSEA DE ADULTOS MAIS VELHOS E IDOSOS: REVISÃO INTEGRATIVA. Biológicas & Saúde, 11(40), 11-28. https://doi.org/10.25242/8868114020212468
Share |

Referências

  1. ACSM. American College of Sports Medicine. Diretrizes do ACSM para os testes de esforço e sua prescrição. 9. ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 2014.
  2. ALMEIDA, M. M. et al. Causas e consequências de quedas de idosos atendidos em hospital público. R. Interd., v. 12, n. 1, p. 15-22, 2019. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/descarga/articulo/6966617.pdf Acesso em: 08 dez. 2020.
  3. BARROS, L. C.; BELMONTE, T. S. A. As Mudanças Corporais na Envelhescência: queremos nos conscientizar disso? In: BORBA-PINHEIRO, C. J. et al. (org.). Ações multiprofissionais sobre o idoso com osteoporose: um enfoque no exercício físico. São Paulo: Yendis, 2016.
  4. BORBA-PINHEIRO, C. J. et al. Resistance training programs on bone related variables and functional independence of postmenopausal women in pharmacological treatment: A randomized controlled trial. Archives of Gerontology and Geriatrics, v. 65, p. 36–44, 2016. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/26956618/ Acesso em: 18 jan. 2021.
  5. BRASIL. Ministério da Saúde. Fundo de População da ONU alerta para violência contra idosos no Brasil. Brasília-DF, 19 jun. 2018. Disponível em: http://www.blog.saude.gov.br/index.php/promocao-da-saude/53390-fundo-de-populacao-da-onu-alerta-para-violencia-contra-idosos-no-brasil#:~:text=Fundo%20de%20Popula%C3%A7%C3%A3o%20da%20ONU%20alerta%20para%20viol%C3%AAncia%20contra%20idosos%20no%20Brasil,-Em%202017%2C%20o&text=Com%20o%20envelhecimento%20da%20popula%C3%A7%C3%A3o,idade%20contra%20viola%C3%A7%C3%B5es%20de%20direitos Acesso em: 19 set. 2020.
  6. ________. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. PORTARIA N 224, DE 26 DE MARÇO DE 2014. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2014. Disponível em: https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2014/abril/02/pcdt-osteoporose-2014.pdf Acesso em: 24 fev. 2021.
  7. CÂMARA, L. C.; BASTOS, C. C.; VOLPE, E. F. T. Exercício resistido em idosos frágeis: uma revisão da literatura. Fisioter. mov., v. 25, n. 2, 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010351502012000200021&lng=en&nrm=iso Acesso em: 06 nov. 2020.
  8. CASCALES, E. M.; ARIAS, J. A. R.; ALCARAZ, P. E. Effects of Two Different Neuromuscular Training Protocols on Regional Bone Mass in Postmenopausal Women: A Randomized Controlled Trial. Front Fhysiol., v. 10, 2019. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6635564/ Acesso em: 16 mar. 2021.
  9. CHAMOSCHINE, E. M. F.; DO AMARAL, M. M.; SILVA, L. G.; BARCELOS, E. V.; CALOMENI, M. R. A influência do nível de atividade física no desempenho cognitivo e autonomia funcional de idosos. Biológicas & Saúde, v. 8, n. 27, 14 nov. 2018. Disponível em: https://ojs3.perspectivasonline.com.br/biologicas_e_saude/article/view/1414 Acesso em: 24 mar. 2021
  10. DIONELLO, C. F. et al. Effects of whole body vibration exercises on bone mineral density of women with postmenopausal osteoporosis without medications: novel findings and literature review. J Musculoskelet Neuronal Interact, v. 16, n. 3, p. 193-203, 2016. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5114342/ Acesso em: 27 jan. 2021.
  11. DISSAT, C. Prevenção da Osteoporose: A Dose Ideal. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, 31 jul. 2009. Disponível em: https://www.endocrino.org.br/prevencao-da-osteoporose-dose-ideal/ Acesso em: 09 nov. 2020.
  12. FRATINI, A.; BONCI, T.; BULL, A. M. J. Whole Body Vibration Treatments in Postmenopausal Women Can Improve Bone Mineral Density: Results of a Stimulus Focussed Meta-Analysis. PLoS One, v. 11, n. 12, e0166774, 2016. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/27907000/#:~:text=Whole%20body%20vibration%20was%20shown,exercise%20training%20or%20to%20placebo. Acesso em: 21 jan. 2021.
  13. GALVÃO, T. F.; PANSANI, T. S. A.; HARRAD, D. Principais itens para relatar Revisões sistemáticas e Meta-análises: A recomendação PRISMA. Epidemiol. Serv. Saúde, v. 24, n. 2, 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2237-96222015000200335 Acesso em: 09 nov. 2020.
  14. GRUPO ANIMA EDUCAÇÃO. Manual Revisão Bibliográfica Sistemática Integrativa: a pesquisa baseada em evidências. Belo Horizonte: Grupo Anima Educação, 2014. Disponível em: http://biblioteca.cofen.gov.br/wp-content/uploads/2019/06/manual_revisao_bibliografica-sistematica-integrativa.pdf Acesso em: 29 dez. 2020.
  15. INTERNACIONAL OSTEOPOROSIS FOUNDATION (IOF). Prevention-Exercise. Nyon Switzerland, c2020. Disponível em: https://www.osteoporosis.foundation/health-professionals/prevention/exercise Acesso em: 24 fev. 2021.
  16. JESUS, A. P. S. et al. Efeitos do treinamento resistido sobre a osteopenia e osteoporose em idosos. Rev. Aten. Saúde, v. 17, n. 59, p. 103-110, jan./mar. 2019. Disponível em: https://seer.uscs.edu.br/index.php/revista_ciencias_saude/article/view/5007 Acesso em: 15 nov. 2020.
  17. KEMMLER, W. et al. Effects of Different Types of Exercise on Bone Mineral Density in Postmenopausal Women: A Systematic Review and Meta-analysis. Calcif Tissue Int, n. 107, p. 409–439, 2020. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s00223-020-00744-w#citeas Acesso em: 15 jan. 2021.
  18. KHAN, A. A. et al. Effects of osteoanabolic exercises on bone mineral density of osteoporotic females: A randomized controlled trial. Int J Health Sci., v. 13, n. 1, p. 9-13, jan./fev. 2019. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6392486/ Acesso em: 16 mar. 2021.
  19. KIM, J. E.; MOON, H.; JIN, H. M. The effects of exercise training and type of exercise training on changes in bone mineral denstiy in Korean postmenopausal women: a systematic review. J Exerc Nutrition Biochem., v. 20, n. 3, p. 7–15, 2016. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7325605/ Acesso em: 21 jan. 2021.
  20. LEITE, C. R. M.; ROSA, S. S. R. F. (Org.). Novas tecnologias aplicadas à saúde: integração de áreas transformando a sociedade. Mossoró – RN: EDUERN, 2017.
  21. MACNEE, W.; RABINOVICH, R. A.; CHOUDHURY, G. Ageing and the border between health and disease. European Respiratory Journal, Edinburgh, v. 44, n. 5, p. 1332-1352, out. 2014. Doi: 10.1183/09031936.00134014
  22. MAINER, E. P.; MORALES, S. C.; SAGARRA, L. Efectos de las plataformas vibratorias en la salud ósea en mujeres posmenopáusicas. Rev Cubana Obstet Ginecol, v. 45, n. 1, 2019. Disponível em: http://scielo.sld.cu/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0138-600X2019000100118 Acesso em: 15 jan. 2021.
  23. MANHÃES, C. B.; MARTINS, B.; BERTO, B.; NUNES, M.; SOUZA, V.; DE CAMPOS, L. P. F.; SILVA, A. T. M. F.; SANTOS, C. M. Avaliação da autonomia funcional e risco de depressão em idosos na região urbana do município de campos dos goytacazes – rj. Biológicas & Saúde, v. 8, n. 27, 14 nov. 2018. Disponível em: https://ojs3.perspectivasonline.com.br/biologicas_e_saude/article/view/1432 Acesso em: 15 jan. 2021
  24. MENDES, K. D. S.; SILVEIRA, R. C. C. P.; GALVÃO, C. M. G. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto contexto - enferm., v. 17, n. 4, p. 758-64, 2008. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/tce/v17n4/18.pdf Acesso em: 26 set. 2020.
  25. OLIVEIRA, L. C.; OLIVEIRA, R. G.; OLIVEIRA, D. A. A. P. Effects of Whole-Body Vibration Versus Pilates Exercise on Bone Mineral Density in Postmenopausal Women: A Randomized and Controlled Clinical Trial. J Geriatr Phys Ther., v. 42, n. 2, p. E23-E31, 2019. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29443867/ Acesso em: 16 mar. 2021.
  26. ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DE SAÚDE (OPAS). Organização Mundial da Saúde. Folha informativa - Envelhecimento e saúde. Brasília-DF, fev. 2018. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5661:folha-informativa-envelhecimento-e-saude&Itemid=820 Acesso em: 05 nov. 2020.
  27. ORSATTI, F. L. et al. Efeito do treinamento contrarresistência e isoflavona na densidade mineral óssea em mulheres na pós-menopausa. Rev Bras Cineantropom Desempenho Hum, v. 15, n. 6, p. 726-736, 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbcdh/v15n6/a10v15n6.pdf Acesso em: 24 jan. 2021.
  28. QIU, S.; MA, Y.; JIANG, C. Isoflavone combined with exercise on bone mineral density in postmenopausal women: A systematic review and meta-analysis of randomized controlled trials. Journal of the Chinese Medical Association, v. 83, ed. 7, p. 678-685, 2020. Disponível em: https://journals.lww.com/jcma/Fulltext/2020/07000/Isoflavone_combined_with_exercise_on_bone_mineral.15.aspx Acesso em: 22 jan. 2021.
  29. SANTOS, M. L.; BORGES, G. F. Exercício físico no tratamento e prevenção de idosos com osteoporose: uma revisão sistemática. Fisioter. mov. (Impr.), Curitiba, v. 23, n. 2, p. 289-299, 2010. Disponível: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010351502010000200012&lng=en&nrm=iso Acesso em: 27 fev. 2021.
  30. SHOJAA, M. et al. Effects of dynamic resistance exercise on bone mineral density in postmenopausal women: a systematic review and meta-analysis with special emphasis on exercise parameters. Osteoporosis, v. 31, n. 8, p. 1427-1444, maio 2020a. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7360540/ Acesso em: 26 jan. 2021.
  31. SHOJAA, M. et al. Effect of Exercise Training on Bone Mineral Density in Post-menopausal Women: A Systematic Review and Meta-Analysis of Intervention Studies. Front Physiol., v. 11, p. 652, 2020b. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7325605/ Acesso em: 12 jan. 2021.
  32. SIMAS, V. et al. Effects of water-based exercise on bone health of middle-aged and older adults: a systematic review and meta-analysis. Open Access J Sports Med., v. 8, p. 39–60, 2017. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5376183/ Acesso em: 07 jan. 2021.
  33. VELHO, R. B. Análise da densidade mineral óssea: comparação entre idosas praticantes da modalidade de dança aeróbia e step e idosas fisicamente inativas. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharel em Educação Física) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2014. Disponível em: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/7835/2/CT_COEFI_2014_2_11.pdf Acesso em: 16 dez. 2020.
  34. WATSON, S. L. et al. High‐intensity resistance and impact training improves bone mineral density and physical function in postmenopausal women with osteopenia and osteoporosis: the LIFTMOR randomized controlled trial. Journal of Bone and Mineral Research, v. 33, n. 2, p. 211-220, 2018. PMID: 28975661. Doi: 10.1002/jbmr.3284